sexta-feira, 23 de novembro de 2007

SAM MONTGOMERY

Sam Montgomery, não foi o mais originais dos bluesmen que gravaram no perído pré-guerra, porém, deixou cerca de uma dúzia de músicas gravadas pelo selo Arc em 1936. Montgomery, também conhecido pelo apelido de 'King of Spades', apresentava um estilo que muitos consideravam uma ponte entre as características de Kokomo Arnold(mais rural) e Peetie Wheatstraw(entre o rural e o urbano). "Where the Sweet Old Oranges Grow" é uma de suas gravações mais próximas ao estilo de Kokomo, muito similar a "Old Original Kokomo Blues" de 1934 e composta pelo próprio. O mais curioso dessa música é sua semelhança com "Sweet Home Chicago" de Robert Johnson. Onde Johnson canta "...baby, don't you want to go, back to the land of California to my sweet home Chicago"(uma gafe geográfica histórica!), na composição de Montgomery escutamos "...baby, don't you want to go ?, back to the summer city, where the sweet old oranges grow". Porém, vale lembrar que Johnson gravou seu clássico no mesmo ano, mas sete meses depois da gravação de Sam Montgomery. Os poucos que conhecem a música de Sam Montgomery preferem afirmar que ele possuia destreza ao tocar principalmente o slide e não era um bom cantor. Nessa questão discordo. É evidente que domina a guitarra acústica, porém sua voz se encaixa perfeitamente com seu estilo e em alguns registros é justamente no canto que se aproxima de Peetie Wheatstraw. Esse é mais um bluesman partecente a um rico perído musical que permanece desconhecido. Outros como Sam Montgomery serão lembrados e publicados por aqui sempre que possível.


Ouça "WHERE THE SWEET OLD ORANGES GROW"


Capas: coletâneas da Document Records onde aparecem faixas de Sam Montgomery.

2 comentários:

Roberto Terremoto BluesMan disse...

Muito Bom mesmo, adoro ler coisas desses caras.


Paz e Blues,
Terremoto

Charleaux disse...

Rapaz, vc me mandou um email há 13 dias atrás, perguntando se podia escrever sobre as peripécias do Black Cat Bone e eu, que pouco abro essa caixa, deixei passar batido. Perdoe-me, por favor. Adorei seu blog. Acho heróico escrever um treco desse no Brasil. Estou totalmente disponível para o que você precisar. Logo postarei alguma música descente nossa, no Youtube. Por enquanto, dê uma olhada em algumas brincadeiras que tivemos a cara de pau de pôr na rede: www.bluesrural.blogspot.com. Um abraço. João