quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

BLIND JOE REYNOLDS (190?-1968)

Blind Joe Reynolds, também conhecido como Blind Willie Reynolds foi um talentoso cantor, guitarrista e compositor de blues que talvez tenha nascido em Tallulah, Louisiana em 1904. Porém sua certidão de óbito registra o Arkansas como seu local de nascimento em 1900. Seu nome verdadeiro também é desconhecido. Alguns afirmam que ele nasceu com o nome de Joe Sheppard, enquanto outros acreditam que seu nome era Joe Leonard, porém o nome que consta em seu atestado de óbito nunca foi realmente divulgado. Reynolds ficou cego após ser vítima de estilhaços de um tiro de espingarda, que afetaram seu rosto e seus olhos. O disparo ocorreu provavelmente durante uma discusão com um colega, Brudell Scott, por volta de 1925 na Louisiana. É provável que também tenha passado um tempo na prisão. Registros apresentam um de seus nomes com passagens pela polícia, mas não confirmam sua estadia em presídios. Essa mistura de informações desencontradas e obscuras, fazem com que muitos músicos importantes se tornassem ainda mais lendários.
Lendas a parte, o trabalho de Reynolds é realmente interessante e como grande parte dos músicos daquela região, o destaque fica para sua técnica de bottleneck. Como muitos músicos do Delta, foi descoberto por H.C. Speir, um ótimo agente de talentos da região do Mississippi e dono de lojas de discos (breve, um artigo a seu respeito aqui no blog). O bluesman gravou oito músicas em duas sessões de gravações. Quatro dessas músicas como Blind Joe Reynolds para a Paramount Records em 1930, e lançadas em dois discos de acetato de 78rpm. As quatro músicas restantes, sob o nome de Blind Willie Reynolds, foram gravadas para o selo Victor Records em Memphis,Tennessee em 1931, porém apenas duas músicas foram lançadas e os 'masters' dos outros registros segundo historiadores do blues, nunca foram localizados.
Uma história interessante cerca o 78 rotações que contém as músicas "Ninety Nine Blues" e "Cold Woman Blues" gravadas na sessão de 1930. Considerado o "Santo Graal" das gravações de blues, comenta-se entre colecionadores, que foi vendido por apenas U$ 1 em 1976 e considerado perdido até 2000, quando foi negociado por um valor entre U$ 5,500 e U$ 10,000. É possível que seja a única cópia realmente existente desse disco. Mas, o maior valor ao trabalho de Reynolds foi não morrer no total esquecimento entre um público maior. A música "Outside Woman Blues" foi regravada por um dos mais importantes grupos de Rock da história, o power trio Cream, no disco Disraeli Gears de 1967. Eric Clapton, Ginger Baker e Jack Bruce registraram essa versão e colaboraram e muito para que essa música se tornasse um clássico do blues. E independente da versão do grupo inglês, a composição de Reynolds é merecedora de destaque.
Infelizmente, o autor de "Outside..." não pode aproveitar a fama que essa versão poderia lhe proporcionar. Morreu 10 de Março de 1968 em um hospital de Monroe, Louisiana alguns dias após sofrer um derrame.
Abaixo, a letra de "Outside Woman Blues", a versão original de Reynolds, a versão do Cream de 1967 e o vídeo do show Reunion do power trio em 2005.


BLIND JOE REYNOLDS - Outside Woman Blues (1930)


CREAM - Outside Woman Blues (1967)


When you lose your money, great God, don't lose your mind
When you lose your money, great God, don't lose your mind, hmm hmm
And when you lose your woman, please don't fool with mine

I'm gonna buy me a bulldog, watch my old lady whilst I sleep
I'm gonna buy me a bulldog, watch my old lady when I sleep, hmm hmm
'Cause women these days, get so doggone crooked, till it might make a 'fore-day creep

Tell you married men, how to keep young wifes at home
Tell you married men, how to keep young wifes at home
Get you a job, roll for the man, and try to carry your labor home

Tell you married women, how to keep your husbands at home
Tell you married women, how to keep your husbands at home, hmm hmm
You oughta take care of that man's labor, and let these single boys alone

You can't watch you wife and your outside women too
You can't watch you wife and your outside women too
While you off with your woman, your wife could be at home
Beatin' you doin' it, buddy what you trying to do?

Hmmm hmmm, buddy what you tryin' to do?


CREAM - Outside Woman Blues (2005)

2 comentários:

Roberto Terremoto BluesMan disse...

Belo artigo....
Adorei a história.


Paz,
Roberto Terremoto

eagaspar disse...

o melhor da história é ver a velha guarda tocando descompromissada, puta som