terça-feira, 13 de novembro de 2007

Como foi o 6º CESMA IN BLUES - RS

Mais uma vez Willian Araújo do blog Opinião Oposta e apresentador e produtor do programa Pró-Música colabora com informações importantes nesse blog. Willian já havia me enviado o texto sobre como seria o 6º Cesma in Blues que aconteceu no último dia 10 na cidade de Santa Maria no Rio Grande do Sul. Mas, além do texto, foi lá conferir as apresentações e acabou se tornando o correspondente do Blues Masters no evento. Tenha uma idéia de como foi o show no texto abaixo.

O Cesma in Blues é o festival realizado pela Cooperativa dos Estudantes de Santa Maria – RS. Em 2007, o festival chegou a sua sexta edição, consolidando-se um dos (se não o) maiores eventos de Blues do Rio Grande do Sul.
Na edição desse ano, realizada sábado (10/11/07), o Cesma in Blues teve a participação de grandes bluseiros da cena nacional e internacional, como
Blues Power Trio, Big Joe Manfra Blues Band e Jefferson Gonçalves. A atração internacional da noite foi o americano de Chicago, Peter MadCat. Mas o festival também não deixou a cena local de lado: participaram a banda Santa Maria, Blues Society e Storm Blues Band, de Porto Alegre.
Foram os porto-alegrenses da Storm Blues Band que abriram o Cesma in Blues, e abriram muito bem. A banda mostrou toda a potência que seu nome carrega. Como uma tempestade, o quarteto rapidamente animou o público de mais de 500 pessoas. Com seu blues ao estilo texano, a banda tocou algumas canções próprias e releituras de grandes clássicos do estilo.
Na seqüência, foram ao palco os pratas da casa da Blues Society. Com muitas distorções, a banda executou um excelente blues-rock. A apresentação contou com a participação de convidados, chegando a ter 3 guitarras no palco. A terceira atração da noite veio do Rio de Janeiro, foi o Blues Power Trio. Os cariocas, únicos que não eram estreantes no festival, fizeram uma baita apresentação (como se diz aqui pelo sul). O grande gaitista Jefferson Gonçalves fez uma participação no show da Blues Power, relembrando os tempos que tocava no ‘Baseado em Blues’, juntamente com Sérgio Rocha e Fábio Mesquita (respectivamente guitarra e baixo da Blues Power). Para encerrar, a maior atração da noite: Peter MadCat com Big Joe Manfra Blues Band. MadCat, mestre da harmônica, mostrou toda sua qualidade e irreverência. Na guitarra, Big Joe Manfra não deixou por menos, mostrou porque é considerado um dos melhores guitarristas de blues do Brasil.
Por Willian Araújo.

Como podemos ver, grandes eventos de Blues acontecem no país e unir novos nomes à músicos considerados do primeiro time é uma atitude que deverá ser sempre repetida. Afinal, é bom para quem está começando e para o público que sempre terá novidades e não comparecerá apenas em eventos com nomes de peso do blues nacional e internacional. Obrigado Willian pela cobertura e força à nova safra do blues nacional!

Fotos: (1) Big Joe Manfra e Peter MadCat; (2) Storm Blues Band (por Willian Araújo)

8 comentários:

Bernardo disse...

Esse aí deve ter sido um show daqueles mesmo...

Assisti dia 02 e 03 de novembro em Blumenau um show promovido pela Hering harmônicas - Bluesmenau. Festival que contou com a participação de Big Joe Manfra, Jefferson Gonçalves e Peter Madcat, entre outros (excelentes músicos da américa latina e EUA por sinal!). Os 3 mostraram a todos ali as diferentes vertentes do Blues... Big Joe Manfra com seu estilo altamente envenenado de guitarra, que como vc's disseram o coloca como um dos melhores do Brasil. Jefferson gonçalvez mostrou à todos seu louvável estilo de Blues mesclado aos tradicionais sons nortistas e nordestinos, com muita precisão estilo e feelin'.... Mas na minha opinião, a noite foi do "cruel" Madcat, que desestruturou meus ouvidos, neurônios, e tudo mais com sua levada roots inflamada na gaita... acho que é um forte candidato a melhor da atualidade da harmônica no Blues.

Bom é isso ae, segue o meu relato do que foi a apresentação desses 3 nomes consagradíssimos do Blues no Bluesmenau... com certeza fizeram um show no mesmo nível em Santa Maria, e deve ter sido uma noite memorável para o público presente.

É muito bom ver o Blues ganhando seu espaço merecido em todas as cidades e capitais do Brasil. Apostem no Blues, vale a pena!

Grande abraço a todos e parabéns ao Marcus pelas sempre excelentes matérias!

Marcus Mikhail disse...

Fala Bernardo...
E vc me avisou desse show. Inclusive enviei 3 e-mails para a organização do festival mas não obtive resposta a tempo de publicar mais informações.

Fica aqui registrado sua opinião à respeito do show.
OBrigado

Willian Araújo disse...

"sua levada roots inflamada na gaita" Definição perfeita Bernardo!
Abraço!

Cauê disse...

Saudações Marcus, primeiramente o parabenizo e agradeço pelo teu blog, espaços como esse são muito importante para a divulgação e conservação do velho blues.
Cara, um festival desses aqui em Brasília, nem em sonho. Aqui, tirando os blueseiros de botecos de esquina, existem uma ou duas bandas que até nos envergonham com o som que levam, e pior que sempre tem um blues band no nome.
Mas vida que segue.
Deixei um comentário no post no Earl Klatzel, putz maravilhoso o trabalho dele, mas não sei será publicado, pois só postei hoje o comentário. De qualquer forma fica a sugestão dos caras da Argentina que tem um trabalho de ilustrações baseadas no blues muito bom também.
Saudações rurais meu caro.

Marcus Mikhail disse...

é uma pena saber que a cena de Brasília não tem muitos adeptos. Mas acredito que aqueles que fazem com qualidade, fazem com o coração. Isso é mais importante, a qualidade de quem o faz e não a quantidade.
Torço para q a cena de Brasília seja forte em breve. Portanto, me envie material daqueles q considera importante e vamos divulgar o blues de DF.

abraços

Little Thin Jones disse...

Salve Marcus.

Cara, fiquei emocionado e "I fell the blues" somente lendo o artigo do Willian. Fascinante! Parabéns a você por seu blog, que a cada dia fica melhor e pelo Willian, pelo excelente texto. As definições sobre cada atração fora colocadas de maneira incrível. Graaaande Willian!
Me desculpem se eu estiver sendo utópico, mas seria possível, em algum dia, dentro desse nosso grande Brasil, que realizássemos um "Blues Woodstock" com as inúmeras bandas que existem aqui???
Acho que já tomei muita cerveja, mas como sonhar não paga nada, eu sigo em meu devaneios...

Parabén Marcus, parabéns Willian.

Blues everyday, for all!

Little Thin Jones
www.blueseveryday.blogspot.com

Marcus Mikhail disse...

Utópico ? pq ?
Pelo contrário! O blues merece e tem fãs para um grande festival como esse que vc idealizou!
Obrigado pelos elogios e a ajuda do Willian veio para engrandecer esse blog com notícias de eventos onde não podemos estar.

Gde abraço, Thin e sua passagem por aqui tbm é sempre importante!

Anônimo disse...

Grande Marcus, são por essas e outras que eu tomo minha dose diária de Blues Masters. Grande a idéia do Little Thin - Blues Woodstock? Tô dentro!
forte abraço,]
Luiz DELTA BLUES